Sexta-feira, 24 de Setembro de 2021
HOME img A RÁDIO img PROGRAMAÇÃO img EQUIPE img NOTÍCIAS img CHAT img PROMOÇÕES img ANÚNCIE img FALE CONOSCO  
GALERIA DE FOTOS PARCERIAS COMO OUVIR? SUGESTÕES MURAL DE RECADOS AGENDA DE EVENTOS VIDEOS  
   
img   img
Prováveis concorrentes, PSB e PSDB exibem programa de governo semelhantes
Prováveis adversários nas eleições presidenciais de 2014 para competir com o PT da presidente Dilma Rousseff, o PSDB do senador Aécio Neves (MG) e o PSB do governador Eduardo Campos (PE) apontam, em seus esboços de programa de governo, para problemas semelhantes com sugestões de solução, muitas vezes, parecidas.
Ao se comparar três temas caros à população (educação, saúde e segurança), ambos os documentos, o dos tucanos, lançado nesta terça-feira (17) por Aécio, e o dos pessebistas, que começou a ser gestado em outubro, fazem abordagens genéricas e até assemelhadas.
Em seu texto conjunto, apresentado em novembro, PSB e Rede, que se uniram após a filiação da ex-senadora Marina Silva, ressaltam o papel estratégico da educação e a consideram responsável por uma "cadeia interminável de desdobramentos sociais e econômicos". Defendem também "uma escola mais aberta, mais acolhedora e capaz de dialogar com os temas e as tecnologias do século 21". E ponderam que "o enfrentamento das desigualdades educacionais faz parte da erradicação da miséria". Como proposta, querem a universalização do ensino integral.
O documento do PSDB , intitulado "Para Mudar de Verdade o Brasil", também destaca o protagonismo da educação para dar mais "perspectiva" aos brasileiros e ao futuro do país. "Não superaremos a pobreza, as desigualdades e a falta de oportunidades com escolas esquecidas." E também propõe a implantação da educação de tempo integral. Com argumentos mais extensos nesse item, os tucanos citam ainda a necessidade de implementar o Plano Nacional de Educação e a criação de uma Lei de Responsabilidade Educacional, com metas de desempenho.
No campo da saúde, o grupo PSB-Rede defende fortalecer o SUS (Sistema Único de Saúde) e buscar a universalização dos serviços com qualidade, o que, segundo o partido, demanda melhor gestão e mais investimento na formação de profissionais.
O PSDB também vê a saúde, uma das áreas mais mal avaliadas do governo Dilma, como prioridade e, assim como o partido adversário, aponta deficiências no SUS e na gestão dos recursos públicos. Para os tucanos, é preciso ampliar os serviços de atenção básica e melhorar a coordenação das redes de atenção à saúde, além de investir mais no Programa Saúde da Família, qualificando e incorporando mais profissionais e profissões.
Quanto à segurança pública, os dois partidos trazem a mesma abordagem. Entendem que é preciso haver mais investimentos e uma política de Estado que envolva a articulação de diferentes atores.
O PSB-Rede afirma, em seu documento, que é preciso que "estejam coordenados diferentes elementos, como inteligência, interações com as comunidades assistidas, organização das polícias, cooperação entre diferentes instâncias de governo (Estado e municípios) e do Poder Judiciário, bem como articulação dos serviços no âmbito da federação com políticas intersetoriais preventivas".
Por sua vez, o PSDB também destaca a necessidade de "uma ação integrada de prevenção, repressão e punição ao crime – planejada e executada de maneira compartilhada e articulada pelos três níveis da federação e pelos três poderes".
A sintonia entre PSB e PSDB é tanta que, há poucos dias, Campos e Aécio foram flagrados após jantar juntos num restaurante na zona sul do Rio de Janeiro.
Na última pesquisa Datafolha, divulgada em 2 de dezembro, no cenário em que se enfrentam a presidente Dilma, pré-candidata à reeleição pelo PT, Aécio e Campos, prováveis candidatos de seus respectivos partidos, a petista tem 47% das intenções de voto, o senador mineiro tem 19%, e o governador de Pernambuco, 11%. Votariam em branco ou nulo, neste caso, 16%, e 7% não souberam responder.


Uol

Via Paraiba.com.br


Notícia Postada em 18/12/2013


  VEJA TAMBÉM!

[25/11/2014] - REAÇÃO: “Quem não estiver com o governo peça exoneração”, recomenda Ricardo
[25/11/2014] - Polícia Federal paralisa atividades por 48 horas na Paraíba
[25/11/2014] - Maísa Cartaxo deve ser o nome escolhido para vice na chapa de Veneziano Vital do Rêgo
[25/11/2014] - Polícia prende acusado de praticar atos libidinosos com criança de 6 anos em João Pessoa
[25/11/2014] - Moradores interditam BR-230 próximo ao Porto de Cabedelo; Postos já começam a ficar sem combustível
[25/11/2014] - "Estão tentando criar uma situação para que eu pareça o causador do rompimento", declara RC
[25/11/2014] - DONA INÊS-PB. LADRÃO É PRESO POR POLICIAIS DO RN, COM APOIO DE POLICIAIS DA PB. O ACUSADO FOI ALVEJADO.
[25/11/2014] - Dupla é apreendida após roubar moto de sargento da polícia em Guarabira, no Brejo
[24/11/2014] - Inquérito apura denúncia de abuso cometido por padre na Paraíba
[24/11/2014] - Petrobras abre inscrições nesta segunda-feira com salário de R$ 8 mil

img   img
 
  NO AR
img
Programa: Talismã Fm
Com: O Orgulho da Gente!
Até as: 24:00 hs. No AR pra você
Email:
 
  RECEBA AS ATUALIZAÇÕES
img
Rádio Talismã 99,3 FM
Receba as atualizações do site direto em seu e-mail!
NOME:
E-MAIL:
 
  PEÇA SEU SOM
img
Seu nome:
Cidades / Estado:
Pedido / Mensagem :
 
  OUVINTE DO MÊS cadastre-se  
img
 
  TWITTER
img
 
  ENQUETE
img

Nenhuma Enquete encontrada!

 
  AGENDA
img
Nenhum registro encontrado!
 

© 2011 - www.talisma993fm.com.br - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por PC GOLD INFORMÁTICA