Segunda-feira, 27 de Setembro de 2021
HOME img A RÁDIO img PROGRAMAÇÃO img EQUIPE img NOTÍCIAS img CHAT img PROMOÇÕES img ANÚNCIE img FALE CONOSCO  
GALERIA DE FOTOS PARCERIAS COMO OUVIR? SUGESTÕES MURAL DE RECADOS AGENDA DE EVENTOS VIDEOS  
   
img   img
Juiz decreta prisão do réu e júri do caso Fátima Lopes é adiado na PB
Advogado de defesa do réu apresentou atestado médico e júri foi adiado. Prisão preventiva foi decretada a pedido do Ministério Público.
O júri popular do caso Fátima Lopes, morta em um acidente de trânsito em dezembro de 2010, foi adiado para o dia 19 de dezembro. O pedido de adiamento foi do advogado do réu, Abraão Beltrão, que apresentou atestado médico e não compareceu ao tribunal. A partir desta quarta-feira (31), o psicólogo Eduardo Paredes, réu no processo, vai aguardar o julgamento preso.
A prisão preventiva dele foi decretada pelo juiz José Aurélio da Cruz, do 2º Tribunal do Júri, a pedido do promotor Edjacy Luna. Eduardo Paredes já foi encaminhado para o 5º Batalhão da Polícia Militar, onde vai ficar preso. A prisão preventiva do acusado foi decretada porque, de acordo com o Ministério Público, ele descumpriu uma das condições de liberdade condicional. Eduardo Paredes também é acusado de ter matado uma comerciante em um acidente no bairro Mangabeira.
O juiz José Aurélio da Cruz acredita que o réu fique preso até o dia do julgamento. "Julguei procedente o pedido do Ministério Público ante os autos expostos e por isso decretei a prisão preventiva do acusado", afirmou.

Após ser decretada a prisão, o juiz ainda pediu que os advogados de defesa do réu que estavam na audiência se pronunciassem, mas os que estavam presentes disseram que Abraão Beltrão, o advogado que apresentou atestado médico, seria o responsável pelo caso.
Toda família da defensora compareceu ao tribunal. "É um alívio muito grande. É uma vitória contra os expedientes que vêm sido usados pela defesa do acusado para adiar o julgamento", afirmou David Lopes, filho da defensora.
"Isso significa que a população vai ficar em segurança, sem correr o risco que esse cara tire outras vidas", afirmou a filha de Fátima Lopes, Carol Lopes.

O promotor Edjacy Luna acredita que Eduardo Paredes vai ser condenado por dolo eventual, quando se assume o risco de matar. O acusado deve pegar de 12 a 30 anos de prisão. "O Ministério Público tem certeza da condenação. Há qualificadores que comprovam a conduta reincidente do acusado, a sua insensibilidade para cometer crimes", afirmou.
Arnaldo Scorel, um dos advogados de acusação, disse que a prisão preventiva de Eduardo Paredes significa uma grande vitória. "Com ele preso, não vai ser mais possível que o advogado do acusado recorra a expedientes para adiar o julgamento novamente", explicou.
A agilidade no processo também foi um dos ganhos que a prisão preventiva trouxe ao julgamento do caso Fátima Lopes, ainda de acordo com Arnaldo Scorel. "O réu estando preso, o processo corre mais rápido. A Justiça já deu a oportunidade ao acusado, que ele não aproveitou tirando a vida de outra pessoa", concluiu.

O acidente
Em 24 de janeiro de 2010, por volta das 6h, a caminhonete de Eduardo Paredes bateu no carro da então defensora pública-geral, Fátima de Lourdes Lopes Correia Lima. E a suspeita é que ele estaria embriagado.
O acidente foi no cruzamento das avenidas Epitácio Pessoa com a Prefeito José Leite, sentido Centro-Praia, em João Pessoa. Devido a violência da colisão, Fátima Lopes morreu e seu marido, Carlos Marinho de Vasconcelos Correia Lima, ficou gravemente ferido.
De acordo com a denúncia do Ministério Público, Eduardo Paredes é acusado de cometer homicídio doloso, quando há intenção de matar. Ele teria ultrapassado o sinal vermelho, dirigido em alta velocidade e sob efeito de bebida alcoólica, assumindo o risco de uma morte. O réu chegou a ser detido no Centro de Ensino da Polícia Militar, mas a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça concedeu o habeas corpus em março de 2010.


Fonte: G1 PB
Foto: Jorge Machado/G1


Notícia Postada em 31/10/2012


  VEJA TAMBÉM!

[25/11/2014] - REAÇÃO: “Quem não estiver com o governo peça exoneração”, recomenda Ricardo
[25/11/2014] - Polícia Federal paralisa atividades por 48 horas na Paraíba
[25/11/2014] - Maísa Cartaxo deve ser o nome escolhido para vice na chapa de Veneziano Vital do Rêgo
[25/11/2014] - Polícia prende acusado de praticar atos libidinosos com criança de 6 anos em João Pessoa
[25/11/2014] - Moradores interditam BR-230 próximo ao Porto de Cabedelo; Postos já começam a ficar sem combustível
[25/11/2014] - "Estão tentando criar uma situação para que eu pareça o causador do rompimento", declara RC
[25/11/2014] - DONA INÊS-PB. LADRÃO É PRESO POR POLICIAIS DO RN, COM APOIO DE POLICIAIS DA PB. O ACUSADO FOI ALVEJADO.
[25/11/2014] - Dupla é apreendida após roubar moto de sargento da polícia em Guarabira, no Brejo
[24/11/2014] - Inquérito apura denúncia de abuso cometido por padre na Paraíba
[24/11/2014] - Petrobras abre inscrições nesta segunda-feira com salário de R$ 8 mil

img   img
 
  NO AR
img
Programa: Talismã Fm
Com: O Orgulho da Gente!
Até as: 24:00 hs. No AR pra você
Email:
 
  RECEBA AS ATUALIZAÇÕES
img
Rádio Talismã 99,3 FM
Receba as atualizações do site direto em seu e-mail!
NOME:
E-MAIL:
 
  PEÇA SEU SOM
img
Seu nome:
Cidades / Estado:
Pedido / Mensagem :
 
  OUVINTE DO MÊS cadastre-se  
img
 
  TWITTER
img
 
  ENQUETE
img

Nenhuma Enquete encontrada!

 
  AGENDA
img
Nenhum registro encontrado!
 

© 2011 - www.talisma993fm.com.br - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por PC GOLD INFORMÁTICA