Sexta-feira, 24 de Setembro de 2021
HOME img A RÁDIO img PROGRAMAÇÃO img EQUIPE img NOTÍCIAS img CHAT img PROMOÇÕES img ANÚNCIE img FALE CONOSCO  
GALERIA DE FOTOS PARCERIAS COMO OUVIR? SUGESTÕES MURAL DE RECADOS AGENDA DE EVENTOS VIDEOS  
   
img   img
Cássio cobra acesso integral aos grampos da PF
O senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) decidiu requerer à CPMI do Cachoeira, o material bruto dos grampos feitos nas Operações Vegas e Monte Carlo.“O que foi divulgado até agora pela imprensa é somente o material incluído no inquérito pela Polícia Federal. A opinião pública cobra apuração total e transparente”, afirmou o senador paraibano, ao exigir da CPMI e da PF, acesso à íntegra de todas as transcrições legais que ficaram de fora do relatório final das investigações encaminhadas ao MPF. “Temos que decidir entre a inviolabilidade dos mandatos ou a inviabilidade das investigações”, frisou.

De acordo com o senador, durante o processo investigatório, os delegados recebem ao final de cada interceptação, o auto de procedimento técnico de interceptação telefônica, onde constam todas as informações principais da operação autorizada pela justiça. “É preciso conhecer todo o material bruto para que possamos emitir um juízo de valor adequado”, justificou Cássio. Para o senador tucano, a maior contribuição que a CPMI pode fazer, neste momento, à sociedade é desengavetar e liberar todos os grampos. “Só a liberação geral e irrestrita das gravações poderá minimizar o uso político e eleitoral da CPMI”, avisou.

RISCO DE NULIDADE

Cássio também alerta para o fato de que, decisão recente do STF, reconhecer a legalidade de denúncia apenas baseada em grampo que contenha a íntegra de todas as gravações. “Não podemos correr o risco de avalizar uma possível nulidade dos trabalhos da CPMI”, afirmou. De acordo com o Ministro Marco Aurélio (STF), "a prova decorrente da interceptação telefônica não é unilateral, não serve apenas ao Estado-acusador”.

Para o ministro, a Lei 9.296/96 que regulamenta a interceptação telefônica é clara, ao determinar que o resultado das gravações deve ser degravado na íntegra.“Segundo o parágrafo 1º do artigo 6º, da Lei 9.296/96, prevê-se que a gravação interceptada será objeto de transcrição. Vale dizer que o conteúdo da fita magnética há de ser degravado, há de ser passado para o papel, viabilizando-se, com isso, a visão conjunta, a visão do grande todo, no que envolvido diálogo, seguindo-se o auto circunstanciado", afirmou o Ministro do STF durante julgamento de

o pedido de habeas corpus do desembargador Carreira Alvim,investigado por favorecimento, em decisões judiciais, a um grupo criminoso ligado à exploração de jogos ilegais, corrupção de agentes públicos, tráfico de influência e receptação.

O sistema "Guardião" de escuta telefônica - mantido e operado pela Polícia Federal, pelo Ministério Público e por secretarias estaduais de Segurança é responsável oficialmente por mais de 400 mil escutas telefônicas nos últimos dois anos. Segundo a PF, o programa permite acesso às comunicações telefônicas (móvel, fixo e fax) além de SMS (torpedos). Porém não permite nenhum tipo de edição, supressão ou inclusão de conversas, tanto no desvio quanto na gravação. Todos os fatos e eventos ocorridos na plataforma GD (logsde acesso ou operações no sistema) ficam arquivados em banco de dados, sem possibilidade de alteração.

Ao final de cada período de interceptação (15 dias, ou prazo determinado no alvará), é gravado um CD contendo todos os áudios, SMS, conteúdo de fax e algumas informações das conversas telefônicas interceptadas (data e hora; duração das chamadas e, em alguns casos, telefones dos interlocutores). Junto com esse CD, é emitido o Auto de Procedimento Técnico de Interceptação Telefônica, onde constam as informações principais da operação. Existe também a possibilidade de ser gravado um CD antes do prazo final, mediante solicitação escrita da autoridade policial, contendo áudios até a sua gravação. Os CDs produzidos no GD são criptografados se possuem senha de abertura, que é enviada para o e-mail funcional da autoridade policial responsável pela operação.


Fonte: ParlamentoPB


Notícia Postada em 05/05/2012


  VEJA TAMBÉM!

[25/11/2014] - REAÇÃO: “Quem não estiver com o governo peça exoneração”, recomenda Ricardo
[25/11/2014] - Polícia Federal paralisa atividades por 48 horas na Paraíba
[25/11/2014] - Maísa Cartaxo deve ser o nome escolhido para vice na chapa de Veneziano Vital do Rêgo
[25/11/2014] - Polícia prende acusado de praticar atos libidinosos com criança de 6 anos em João Pessoa
[25/11/2014] - Moradores interditam BR-230 próximo ao Porto de Cabedelo; Postos já começam a ficar sem combustível
[25/11/2014] - "Estão tentando criar uma situação para que eu pareça o causador do rompimento", declara RC
[25/11/2014] - DONA INÊS-PB. LADRÃO É PRESO POR POLICIAIS DO RN, COM APOIO DE POLICIAIS DA PB. O ACUSADO FOI ALVEJADO.
[25/11/2014] - Dupla é apreendida após roubar moto de sargento da polícia em Guarabira, no Brejo
[24/11/2014] - Inquérito apura denúncia de abuso cometido por padre na Paraíba
[24/11/2014] - Petrobras abre inscrições nesta segunda-feira com salário de R$ 8 mil

img   img
 
  NO AR
img
Programa: Talismã Fm
Com: O Orgulho da Gente!
Até as: 24:00 hs. No AR pra você
Email:
 
  RECEBA AS ATUALIZAÇÕES
img
Rádio Talismã 99,3 FM
Receba as atualizações do site direto em seu e-mail!
NOME:
E-MAIL:
 
  PEÇA SEU SOM
img
Seu nome:
Cidades / Estado:
Pedido / Mensagem :
 
  OUVINTE DO MÊS cadastre-se  
img
 
  TWITTER
img
 
  ENQUETE
img

Nenhuma Enquete encontrada!

 
  AGENDA
img
Nenhum registro encontrado!
 

© 2011 - www.talisma993fm.com.br - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por PC GOLD INFORMÁTICA