Sexta-feira, 24 de Setembro de 2021
HOME img A RÁDIO img PROGRAMAÇÃO img EQUIPE img NOTÍCIAS img CHAT img PROMOÇÕES img ANÚNCIE img FALE CONOSCO  
GALERIA DE FOTOS PARCERIAS COMO OUVIR? SUGESTÕES MURAL DE RECADOS AGENDA DE EVENTOS VIDEOS  
   
img   img
Ministérios da Fazenda fará concurso com 2.590 vagas; salário inicial é de R$ 2,5 mil
Com a retomada das autorizações para abertura de concursos e nomeação de aprovados no âmbito federal, cresce a expectativa pela liberação do concurso solicitado pelo Ministério da Fazenda para a sua área de apoio. São esperadas 2.590 vagas, sendo 2.500 só para assistente técnico-administrativo, de nível médio, com remuneração inicial de R$2.690,02, já com auxílio-alimentação de R$304. As outras 90 vagas são para analista técnico-administrativo, de nível superior, cujos iniciais são de R$3.529,42, também com auxílio.



O pedido referente ao concurso está desde junho deste ano em análise no Planejamento. Desde então, a tramitação do projeto pouco avançou, estando desde o início de julho no Departamento de Modernização Institucional, da Secretaria de Gestão da pasta. A expectativa é que agora o processo avance para que a autorização seja concedida já no início de 2012.



Essa, inclusive, segundo a presidente do Sindicato Nacional dos Servidores Administrativos do Ministério da Fazenda (Sindfazenda), Jecirema Alves Carvalho, foi a previsão informada pelo subsecretário de Planejamento, Orçamento e Administração do Ministério da Fazenda, Augusto Akira Chiba, em reunião recente com representantes do sindicato. No último dia 8, estava agendada nova reunião do SindFazenda com representantes da subsecretaria chefiada por Akira Chiba e, segundo a sindicalista, a abertura do concurso seria um dos temas abordados. Até o fechamento desta edição, nenhum representante do Sindfazenda foi localizado para comentar sobre a reunião.


Entre os fatores que demandam urgência na abertura do concurso para a área de apoio do Ministério da Fazenda estão o déficit de pessoal elevado - há carência de mais de 4 mil servidores somente na Receita Federal, segundo a presidente do Sindfazenda - e o fato de que parte das vagas oferecidas será destinada à substituição de terceirizados irregulares, conforme acordo firmado com o Ministério Público do Trabalho (MPT), que tem prazo até o fim de 2012 para a conclusão.


Dedicação e muita experiência a serviço da Receita Federal do Brasil
"A Receita Federal é um dos melhores locais para se trabalhar no Brasil." É assim que Ivan Martins Bastos sintetiza a experiência de pouco mais de um ano até aqui, como assistente técnico-administrativo da Receita Federal. Uma opinião abalizada de quem acumula 35 anos de experiência em duas das maiores empresas existentes no país e ainda uma passagem pelo mundo do empreendedorismo.



Após construir uma carreira de 30 anos na empresa de tecnologia IBM e atuar durante outros cinco prestando serviço para a Petrobrás, além de ter fundado e presidido uma microempresa, também na área de tecnologia, o engenheiro eletrônico, hoje com 66 anos, viu no concurso aberto pelo Ministério da Fazenda em 2009 uma grande oportunidade para realizar o desejo de trabalhar na Receita, para onde foram destinadas as 2 mil vagas iniciais daquela seleção.



Tendo ingressado em setembro do ano passado, com lotação no setor de orçamento de uma das duas delegacias do órgão na cidade do Rio de Janeiro, Ivan Bastos traduziu rapidamente a sua satisfação com o novo desafio profissional em dedicação.



E o empenho foi tamanho que depois de apenas três meses, foi promovido a chefe da divisão de Programação e Logística da delegacia, e em seguida, após mais cinco meses, convidado para assumir a mesma função na Superintendência do Rio de Janeiro e Espírito Santo. Perguntado a que atribui a rápida ascensão, ele resumiu com a simplicidade de quem conhece os atalhos da vida profissional: "trabalho".



Exemplo contundente da possibilidade de crescimento proporcionada pelo cargo, que tem concurso previsto para o ano que vem, o servidor conta que muito da sua motivação vem da importância do papel desempenhado pela Receita. "A arrecadação, por exemplo, é fundamental. Se não houver uma arrecadação adequada, irão faltar recursos para as áreas de Saúde, de Educação", argumentou.



Outro trabalho importante da Receita destacado por Ivan Bastos é o de combate ao contrabando e ao descaminho de diversos tipos de mercadorias. No último dia 2, a divisão que comanda ajudou a promover, no Porto do Rio de Janeiro, o VIII Mutirão Nacional de Destruição de Mercadorias, realizado em diversas unidades da Receita em todo o país, para lembrar o Dia Nacional de Combate à Pirataria e à Biopirataria, celebrado no dia 3 de dezembro.



Há ainda outros serviços como o leilão de jóias e carros apreendidos, com o valor arrecadado sendo revertido para os cofres públicos. "Muita coisa aqui é feita em benefício da população. Eu me sinto orgulhoso de trabalhar na Receita Federal", afirmou ele.



O ambiente de trabalho também é destacado pelo assistente técnico-administrativo como um atrativo a mais. "Eu tenho encontrado aqui pessoas extraordinárias. O ambiente é excelente". Por tudo isso, e ciente da necessidade de pessoal que existe no órgão - ele afirma, inclusive, que novos servidores seriam muito bem-vindos na sua divisão -, Ivan Bastos recomenda àqueles que estão se preparando para concursos públicos que olhem a Receita como um objetivo.



Ele deixa claro, no entanto, que não se enganem pelo fato do concurso ser para um cargo de nível médio. "Tem que estudar", frisou. No seu caso, foram cerca de dez horas de estudo por dia, nos três meses que antecederam a prova. Com dois filhos já criados, Ivan Bastos lembra que contou com a compreensão - nos momentos em que precisava se isolar para estudar - e com a ajuda da esposa, Suzete Rezende Bastos, durante a preparação. "Ela me ajudava a repassar as questões", contou.



Vivendo um grande momento em sua vida profissional e com muita disposição para seguir contribuindo com o desenvolvimento do país a partir do seu trabalho na Receita, Ivan Bastos só tem uma coisa a lamentar: a proximidade da aposentadoria compulsória, aos 70 anos. "Eu espero que até lá tenha alguma lei que mude esse limite para 75 ou 80 anos, porque aí eu vou poder trabalhar mais", brincou.


FONTE: Folha Dirigida
Via Paraíba Urgente


Notícia Postada em 19/12/2011


  VEJA TAMBÉM!

[25/11/2014] - REAÇÃO: “Quem não estiver com o governo peça exoneração”, recomenda Ricardo
[25/11/2014] - Polícia Federal paralisa atividades por 48 horas na Paraíba
[25/11/2014] - Maísa Cartaxo deve ser o nome escolhido para vice na chapa de Veneziano Vital do Rêgo
[25/11/2014] - Polícia prende acusado de praticar atos libidinosos com criança de 6 anos em João Pessoa
[25/11/2014] - Moradores interditam BR-230 próximo ao Porto de Cabedelo; Postos já começam a ficar sem combustível
[25/11/2014] - "Estão tentando criar uma situação para que eu pareça o causador do rompimento", declara RC
[25/11/2014] - DONA INÊS-PB. LADRÃO É PRESO POR POLICIAIS DO RN, COM APOIO DE POLICIAIS DA PB. O ACUSADO FOI ALVEJADO.
[25/11/2014] - Dupla é apreendida após roubar moto de sargento da polícia em Guarabira, no Brejo
[24/11/2014] - Inquérito apura denúncia de abuso cometido por padre na Paraíba
[24/11/2014] - Petrobras abre inscrições nesta segunda-feira com salário de R$ 8 mil

img   img
 
  NO AR
img
Programa: Talismã Fm
Com: O Orgulho da Gente!
Até as: 24:00 hs. No AR pra você
Email:
 
  RECEBA AS ATUALIZAÇÕES
img
Rádio Talismã 99,3 FM
Receba as atualizações do site direto em seu e-mail!
NOME:
E-MAIL:
 
  PEÇA SEU SOM
img
Seu nome:
Cidades / Estado:
Pedido / Mensagem :
 
  OUVINTE DO MÊS cadastre-se  
img
 
  TWITTER
img
 
  ENQUETE
img

Nenhuma Enquete encontrada!

 
  AGENDA
img
Nenhum registro encontrado!
 

© 2011 - www.talisma993fm.com.br - Todos os Direitos Reservados

Desenvolvido por PC GOLD INFORMÁTICA